sábado, 29 de agosto de 2009

Rest In Pieces


Começo por pedir desculpa aos meus leitores pelo meu afastamento temporario... Mas digamos que tive um mês... Intenso..... Dia um, voltarei a normalidade, com postagens mais regulares e prometo voltar a comentár os vossos blogues... Mais uma vez peço desculpa.
Da sempre vossa: SHADOW
Nos meus derradeiros momentos, penso... "Já devia de saber que isto ia acontecer". Como me sujeitei a isto de novo? Como voltei à sargeta obscura da minha existência? Tinha prometido que não voltaria a sentir o macisso poder da auto-destruição... Que não voltaria a amar... A confiar... Pobre Dolly... Nunca aprendes...
Levaste-me para casa e brincaste comigo sem nojo de ser apenas uma velha boneca de trapos desfeita, sabias que assim era e mesmo assim fizeste-me acreditar que ainda havia esperança na minha existência. Agora que penso nisso, não sei qual de nós está mais danificado...
Entreguei-me a ti e um dia, sem aviso ou maneira de me preparar atiraste-me para a rua, como qualquer pedaço de lixo vulgar...
E enquanto jazia ali, no alcatrão sujo e humido pela geada da madrugada, olhei para o céu e pensei... E pensei... E pensei... Até que fui levada pela negra sensação de dormência e inconsciência.
No interior da minha própria mente, percorri os caminhos sinuosos da escuridão que constitui o meu raciocinio. Fui dar a uma sala. Quadrada, de luz fraca. Ao entrar apercebi-me de silhuetas sem cara que depressa me rodearam. Não tive medo. Eram apenas os meus fantasmas... Do passado, do presente... Depressa as palavras destes seres sem boca penetraram no meu ser como laminas afiadas e eu, pura e simplesmente entreguei-me á dor, sem lágrimas...
"Estupida"
"Feia"
"Stressada"
"Todos te deixam"
"Poço de defeitos"
"Ninguém te quer"
"Facil"
"Prostituta"
"Não serves para nada"
"Louca"
"Mentirosa"
"Nunca confiei em ti"
Não aguento mais ouvir isto... Não de ti... Que te fiz eu?? Disseste que me aceitavas como eu era e eu acreditei! Nunca te trairia! Porque não aceitas que tenho problemas? Sim, estou estragada, uma boneca rasgada, mas tu já sabias isso!! Que te fiz eu de mal? Não me abandones...
"Nunca te amei, foste apenas um passatempo"
Grito de dor e sinto estes seres sem sentindos a apreciar a minha agonia. Entrego-me à morte, mas não sinto alivio... Ainda sinto o meu coração despedaçado. É a isso que fui condenada? A para sempre sentir esta dor? Cruel destino...


Dolly morreu assassinada... Ou por suicidio... Ou por acidente... Não interessa. Está morta... E não encontrou paz na sua destruição... Dolly está morta... E jamais poderá renascer...

Rest Im peace? Não... Rest In Pieces...

7 comentários:

Aмbзr Girℓ ⅞ disse...

ai, adorei a história e o trocadilho do fim... poor dolly.

Blog Suicide Virgin

Poetíssima disse...

Todos temos que ter esta dor.
Arriscar.
Sofrer.
Morrer.

Mas não devemos parar de confiar...

O que seria do amor se todos que sofressem parassem?! desistissem?!

não... é sofrer... morrer.. e depois continuar vivendo..
sem saber se o dia de amanhã isso pode acontecer de novo...

sabendo que temos apenas duas opções: acertar ou errar novamente...

mas nunca deixar de se enstregar as oportunidades..

pois num átimo de acreditar que tudo dará errado, que se acerta...

pobre Dolly..

Eu também te amo amiga!
Abraços fortes em tu!
Beijocas!

A origem disse...

uuu lol eii sara vc ta de mais hem.. vc é sempre sombria e misteriosa hehe.. então refiz o blog.

^^

beijos enormes!!!!!!!

Persona Naturale disse...

Eu cá n dsc nada, é uma vergonha... Nem noticias dás lol lol

Bjinhos amiga

Moll Fry disse...

Adoro teus textos... vc é muito boa nossa... prarabéns mesmo...
bjinhus

A. Reiffer disse...

Intenso, muito intenso.

katitah*=) disse...

dolly.... um fim mt horrivel...
sabes, podias escrever um livro, tu escreves mesmo mt bem, nunca li tanto como leio o teu blog, passo tempos e tempos a ler os teus textos.. adoro... adoro as tuas palavras...sao unicas.. sao diferentes... pensa bem... uma livro teu... o teu nome... mt gente o vai ler... eu serei uma delas... acredita.. tu tens imenso jeito.. nao o desperdiçes agora...por favor...beijos...
o texto ta lindo... e so uma coisa.. a pessoa k nos faz sofrer nao sente a nossa falta, n sente o k nx sentimos, o k signfica que nao nos merece... bjx fffx.