quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Homenagem ao Passado...




Monstro de olhos castanhos que vagueia nos meus sonhos, apanhaste-me na tua armadilha e tentaste domar a selvagem em mim. Meu tolo...

Somos dois seres vagabundos, de mundos diferentes, que se cruzaram nas irónicas teias do destino. Amei-te e odiei-te como a mais ninguém.

Se perdoar é divino, beija-me os pés, pois sou a negra deusa do infortuneo. E tu... Tu és o negro monstro da destruição.

Afiaste as tuas garras no meu coração...

Triste destino o teu... Vais perder-te, sozinho, na casa de espelhos do teu egocentrismo e morrer de inveja de cada reflexo...

Estranho amor o nosso... Imagino-me ao teu lado, ambos governando o reino das trevas e quase sou feliz... Mas que assim seja, sejamos dois seres despreziveis, presos e condenados a viver no mundo da luz...

Aqui te presto a minha última homenagem...

Adeus...

11 comentários:

Ana Campos disse...

UM BEIJO MUITO GRANDE

Sophie Angel disse...

Estranho amor esse, sim...e condenados a viver no mundo da luz!!

Me indentifiquei em partes com texto...
escreves bem...
Fui!

o/

Moll Fry disse...

Você é a melhor... me identifico totalmente...

Anónimo disse...

Olá...

Por mais que eu me tente esconder daquilo que sinto por ti... a verdade é que as trevas fazem parte do meu coração assim como tu....fofinha....

Nunca te vou esquecer...

D4rk_Angel....<3

Taiane Hetfield disse...

-teu blog eh super phodaoooo

Ana Campos disse...

Então não volta????

Beijinhos

katitah*=) disse...

andas perdida... lol.... nunca mais escreves te nd lindah.... o tempo escasei..lol na brinca...
espero k tejas bem... bjx ffx

Ana Campos disse...

helllloooooooo!

Anónimo disse...

Então miguita, que é esse bloqueio literário tão duradouro?
O pessoal tá aqui ansioso miga!
:)
Jorge Gregório.

Poetíssima disse...

Olá!!!

Boa noite, tudo bem?!

Que bom poder voltar aqui pra dizer que estava com saudades...

Posso entrar?!

Você tem sempre passagem livre no meu cantinho...fique a vontade!

Abraços ternos,

Poetíssima #

Ana Campos disse...

Volta