quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

I'm Back!!!!!


Buhhh!!!!

Minhas alminhas penadas... Sei que tenho andado desaparecida e que embora ja o tenha feito nunca tinha acontecido por tanto tempo.... A vida é uma coisa estranha e dá muitas voltas.... E tendo em conta que, estranhamente a minha inspiração vem nos momentos de maior psicose e que até tive num periodo bastante estavel da minha.... va.... "vida".... Simplesmente não sabia o que escrever..... Mas como o abençoado Karma me agraciou com uma vida bastante animada, nunca a vossa querida Shadow teve mais vontade de se tornar uma psicopata, pelo que ideias artisticas enchem-me de novo a cabeça (não necessáriamente boas.....).

Para os que sentiram a minha falta peço desculpa e espero k não me tenham abandonado de vez. Se o fizeram... Mea Culpa.....




Cansei-me destes jogos incertos de amor, odio e sexo. Adoro quando me vences e vergas à tua vontade, mas até os escravos mais submissos um dia se revoltam... Amo-te, odeio-te, quero-te. És um ser estranho que nunca consegui perceber e isso fascina-me. És meu e eu sou tua num acto de prazer momentaneo. Nunca nada é planeado, nunca nada é aborrecido.

A tua imagem atormenta a minha mente de maneira obscena... Nunca me abandonas, não tenho um momento de descanso.

Rejeitas-me, desprezas-me, queres-me, fartas-te, afastas-te, aproximas-te. Quase me levas à loucura. Cada vez te quero mais. E por isso mesmo planeio meses a fio como o fazer....


Caminho calmamente na direcção da tua casa, que já conheço tão bem. Caminho devagar, saboreando o vento na minha cara, sorrindo à luz do luar.

Páro em frente ao teu prédio... Igual a tantos outros... Vejo luz n teu quarto. Sei que não estás sozinho. Porque haverias de estar?

Sento-me num banco e acendo um cigarro. Observo um casal de aspecto amoroso ali perto. Sorrio... Penso em ti...

A luz do quarto apaga-se, acende-se a da sala. Já te fartas-te meu amor?

Vejo a luz das escadas, está na hora...

Pela porta sai uma mulher, linda.... Sempre tiveste bom gosto. Trocamos olhares e um "Boa Noite". Agarro na porta antes que se feche de novo, ela afasta-se. Estranho como o destino funciona.

Subo calmamente até à tua porta. Sei onde escondes a tua chave de emergência.

Entro, silenciosa, a tua casa está o caos organizado..... Meu tonto desarrumado....

Consigo ouvir-te no duche... Deito-me na tua cama, sinto o teu cheiro. Quando me vês fazes uma cara estranha. Porque me olhas assim?

"O que fazes aqui?"

"Não estás feliz por me ver? Senti a tua falta."

"Como entraste? Hoje não... Vai-te embora..."

Levanto-me e dirijo-me a ti. "Eu vou, só quero que saibas uma coisa."

Olhas para mim com desprezo, como me magoas...

Quando a lamina penetra o teu corpo molhado o choque percorre o teu olhar. Aproximo-m de ti, sinto o teu cheiro uma última vez... "Amo-te".

Tentas afastas-me, volto a esfaquear-te uma e outra vez até nada restar de ti. Do homem que conheci. Beijo os teus labios ensaguentados... Liberdade...

Deito-me a teu lado, sinto os cabelos a ficar empapados c o teu sangue. Ao longe oiço as sirenes. Sorrio no escuro e adormeço.

8 comentários:

Ana Campos disse...

Assim é que é.
também tenho muitas vezes falta de vontade e de inspiração, mas vou escrevendo nem que seja a maior treta jamais escrita. pois faz-me bem, pelo que passei, faz-me nuito bem.
Todos somos loucos, de uma forma ou outra, grave é se tentamos esconder a nossa loucura, pois aí ela torna-se perigosa e doentia.
Assim mais vale libertar as energias escrevendo nem que seja um ponto.
Um grande beijinho gosto muito de ler o que escreves.
Seja novamente BEM VINDA!

Dulce Meireles disse...

Bem vinda! Eu também me ausentei ás vezes custa encontrar a inspiração para se escrever:)



Dulce Meireles

Disturbed Angel disse...

Olá! Tenho selos pra você no meu blog...
Um abraço,
Laura.

katitah*=) disse...

se bem vinda novamenteXD

Poetíssima disse...

O dom de escrever não é dado a todos... apenas para aqueles humildes e sensíveis de coração.

Me disseram que hoje é dia da inspiração... não sei bem ao certo, mesmo assim, passo-te um desejo: continue essa pessoa linda de sentidos e continue cultivando este belo blog!

Abraços!
Poetíssima#

Ana Campos disse...

eeeeeeeeeeee.....

Onde estamos outra vez?

Moll Fry disse...

Como senti falta de você minha querida... com teu amor odioso, em seus textos, mistos de sentimentos fotissimos...
é bom voltar, do tempo que fiquei longe, e te encontrar também de volta!!!!

bjus

***rayra*** disse...

OI;Nosa.. eu nem sei o que escrever depois de ler os seus textos,parece que tudo faz sentido agora pra mim.eu gostaria de saber se eu poderia usar umas frases suas para o livro que eu estou escrevendo ?