quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Devaneios de uma mente perturbada/Thoughts from a Psycotic Mind

Insanity

Vivo num lugar que todos ignoram, mas que está sempre lá. Caminho sozinha por entre estas ruas escuras, só com o meu ódio por companhia. A chuva cai e sinto-me fraca. Quero morrer mas não tenho forças. É o meu sangue que me chega, vindo dos céus.
Mundo de merda… Como me odeio e me adoro. Doentio… Sou invisível… Adoro o sabor do meu próprio sofrimento. Tenho o espelho como inimigo e quero fugir! Mas estou presa aqui pelo ódio que me consome, me devora.
Este é o meu mundo, contempla-o, observa-o até o nojo se apoderar de ti. Liberta-te de mim… Vira-me as costas e cria o teu próprio mundo, cheio das corzinhas que tanto amas e eu tanto desprezo.

Deixa-me em paz…

Translation: Thoughts from a Psychotic Mind

I live in a place that everyone despises and so desperately try to ignore. I walk alone through those dark streets; my only company is my hate. I can feel the rain drops on my face and I’m so weak… I want to die but I don’t have the strength to do it. This rain, it’s my blood falling from the skies.
What a fucked up world… I love and hate myself in such a sick way that it scares me, sometimes… I’m invisible… How can the darkness fell so right?! The mirror is my enemy and I want to run away from here! But my hate doesn’t let me go. He holds me here while he consumes me… He will never let me go.
This is my world. Observe it! It’s disgusting, isn’t it? Just go away!!! Create your own world full of those little colors you love so much… They make me sick!
Just leave me alone…

5 comentários:

Tiago disse...

Continua a devanear...... Bjitox

Tiago

Anónimo disse...

Por vezes nós somos simplesmente "invisíveis" aos olhos das outras pessoas que nos rodeiam... Desejamos ser notados e apreciados por quem nós realmente damos valor... E com o tempo e com o desprezo dos outros, nós vamos.nos apagando aos poucos da realidade em que nos encontramos e dos espaço e do tempo...restando somente a nossa mente e o nosso pequeno mundo, que nos serve de refugio...um pequeno sítio para onde devemos retornar aos nossos sonhos mais sombrios e onde ninguem nos pode encontrar e nem criticar....

Bom texto, fofinha :)

D4rK_^A^nG3L

Anónimo disse...

hiya


just signed up and wanted to say hello while I read through the posts


hopefully this is just what im looking for looks like i have a lot to read.

Anónimo disse...

bem poderia ser: "continua no teu mundinho de trevinhas e ilusões sombriazinhas, que tanto amas e eu tanto desprezo".

Anónimo disse...

Awesome blog I loved reading your info

[url=http://partyopedia.com]birthday supplies[/url]